Quarta, 01 de Dezembro de 2021
33°

Poucas nuvens

Teixeira - PB

Dólar
R$ 5,67
Euro
R$ 6,42
Peso Arg.
R$ 0,06
CIDADES Dia de Finados

Centenas de fiéis lotam cemitério municipal no dia de finados em Teixeira

A igreja de Santa Maria Madalena celebrou duas missas, uma às 07h da manhã e outra às 17h.

02/11/2021 às 20h32 Atualizada em 02/11/2021 às 21h11
Por: Edney Lisboa Fonte: Redação Teixeira1
Compartilhe:
Centenas de fiéis lotam cemitério municipal no dia de finados em Teixeira

Centenas de teixeirenses e visitantes lotaram o cemitério municipal “Manoel Guimarães” nesta terça-feira (02/11), dia de finados.

O dia foi de celebração e marcado pelo pesar e a saudade dos entes que se foram, principalmente, aqueles que partiram vítimas da Covid-19. Durante todo o dia de hoje (terça-feira), pessoas foram prestar suas homenagens aos que já partiram.

A igreja de Santa Maria Madalena celebrou duas missas, uma às 07h da manhã e outra às 17h.

Neste dia, muitas pessoas aproveitam para ganhar um dinheiro extra na venda de velas, flores, arrancho e lanches nas proximidades do cemitério.

 

Edney Lisboa – Teixeira1

Origem

A celebração do Dia de Finados em 2 de novembro aconteceu pela primeira vez há mais de um milênio, no ano de 998, de acordo com o site oficial da Igreja Católica. Segundo o Vaticano, a reunião de homenagens em apenas uma data foi uma criação do abade francês Odilo de Cluny, que viveu entre os séculos 10 e 11.

Inicialmente, a data era conhecida como “Dia de todas as almas” porque, entre os séculos 2 e 10, os rituais em lembrança dos mortos aconteciam em dias variados, e não havia nenhuma data no calendário cristão que estabelecesse uma homenagem. As primeiras cerimônias eram, em geral, realizadas pelos familiares no terceiro dia após cada enterro. Mais tarde, passaram a acontecer no aniversário de morte.

Ainda que Odilo de Cluny tenha estabelecido o dia 2 de novembro como o Dia de Finados, foi apenas no começo do século 20 que a data foi universalizada. Em 1915, o papa Bento XV permitiu que os sacerdotes celebrassem missas pelos mortos, segundo informações da Igreja Católica.

CNN Brasil

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias